Junk Journal: para aqueles que não são organizados o suficiente para o Bullet

16/01/2018
Há mais ou menos dois anos, assisti um vídeo que ensinava a transformar um caderno pontilhado em um Bullet Journal. Aquela parecia a melhor forma de organizar seus compromissos e ideias; o casamento perfeito entre uma vida séria e organizada e mil possibilidades de decoração criativa. Eu, como uma boa entusiasta de tudo o que envolve papelaria, não tardei em comprar uma caderneta pontilhada e experimentar o método.

Minha experiência não durou muito. Eu simplesmente não tinha tempo - nem talento, nem paciência - para organizar todas as páginas, escrever os calendários a mão, fazer legendas e essas coisas. Um dos maiores problemas que tive foi organizar as datas das provas da faculdade. Geralmente os professores marcavam com meses de antecedência e eu ainda não tinha feito a página index do mês, o que acabava me fazendo acumular um monte de anotações em lugares diferentes e perder tudo.

Nesse início de ano, quando os perfis de Bullet Journal começaram a ficar cada vez mais populares, lamentei por não conseguir fazer aquelas páginas bonitas, desenhadas e organizadas como todas aquelas pessoas. Eu também queria entrar na brincadeira, mas usar o método para me organizar já tinha dado errado, então - na minha cabeça - nem adiantava tentar.

Foi babando em um desses vários perfis de Bullet Journal que encontrei um "método alternativo": o Junk Journal.

x - Na real, Junk Journal nada mais é do que um diário adolescente que passou pelo ~raio gourmetizador~
O Junk Journal tem esse nome porque seu princípio é usar materiais que iriam para o lixo para registrar memórias e decorar o caderninho. Pode ser um ticket de estacionamento, ingressos do cinema, papel de bala ou de um bombom que você ganhou de um amigo, o retalho do pano de um vestido... qualquer coisa serve. A ideia é que esses objetos simbolizem os momentos especiais que você quer registrar.

Além dessas colagens, você também pode usar o Junk Journal para escrever relatos dos seus dias (como em um diário), contos, crônicas, poemas, listas, receitas, mensagens fofinhas, treinar lettering, desenhar, colorir, aquarelar... enfim, qualquer coisa que você queira recordar. Como eu disse lá em cima, é bem um diário gourmetizado.

Existem dois jeitos de começar seu Junk Journal: usar um caderninho já pronto ou juntar vários tipos de papéis e folhas diferentes e fazer seu próprio caderninho. Na primeira maneira basta pegar QUALQUER caderno e começar a preencher. A segunda já é um pouco mais trabalhosa: você vai precisar juntar algumas folhas e encaderná-las. Como o Junk é um tipo de Journal sem muitas regras, você pode costurar o caderno à mão, encadernar em alguma papelaria ou até mesmo fazer os furos e usar argolas para segurar as folhas juntas. No final do post tem alguns links que podem te ajudar caso você  queira confeccionar o seu.

Os créditos dessas imagens estão nessa pasta, no pinterest - aproveita e me segue lá ;)
A maior vantagem do Junk Jornal é que ele não exige uma frequência de uso. No Bullet Journal, é indispensável que as metas, tarefas, índices (e todas aquelas outras coisas) sejam atualizadas diariamente. Como o objetivo principal do Junk não é a organização - e sim a criatividade e o registro de memórias - você pode atualizá-lo conforme sua vontade e disponibilidade. Além disso, ele não demanda materiais caros (e, as vezes, difíceis de encontrar) para cumprir seu papel. Você pode começar a fazer o seu agora, usando qualquer material para registrar pequenas memórias do seu dia.

LINKS BACANAS PARA CONHECER MAIS SOBRE O JUNK JOURNAL

Nesse post tem algumas sugestões de materiais e exemplos de páginas (em inglês)
Esse painel no Pinterest tem ideias de vários estilos (colagens com pano, com papel, desenhos, etc)
Esse outro painel tem de tudo: sugestões de prompts, desenhos, colagens, etc (os prompts estão em inglês)
Nesse vídeo, o Vitor Martins mostra seu Junk Journal e explica como encadernar usando apenas agulha e linha 
A Tamy também ensina a encadernar, de um jeito mais sofisticado, nesse vídeo
E tem várias imagens com ideias e inspirações no p4paper, no creativepassportorg e nas hashtags #junkjournal, #junkjournalling (no Instagram) e junkjournal (no Tumblr)

Gostou da ideia? Me conta nos comentários se você já tentou o Bullet Journal, se deu certo e o que você achou do Junk Journal. Vamos conversar (e trocar dicas de papelaria haha)!

16 comentários:

  1. Primeiro: já to apaixonada pelo blog
    segundo: agora to achando que meu bullet na verdade é um junk journal hahah na verdade eu xomprei um planner para as tarefas importantes no trabalho e o bullet para o que eu quiser hahha Assim se eu tiver afim de deabafos eu escrevo e se eu tiver afim de fazer um to do list eu tbm faço

    ResponderExcluir
  2. Acho que o único jeito de fazer um bullet journal funcional pra você é testando todas as possibilidades possíveis. Meu bujo começou de maneira orgânica e super bagunçada com simples anotações e aos poucos fui adicionando um ou outro gadget pra me ajudar. Por exemplo, como estou sempre no computador, instalei um app para o desktop chamado RAINLENDAR que basicamente é um calendário que você pode adicionar eventos e sempre está ciente do que está acontecendo, ajudando a ter uma visão inteira do seu mês. Agora em janeiro testei imprimir um calendário do mês e deu super certo também porque não ficava dependente de ligar o notebook.
    Resolvi comprar um caderno já com essa visão geral do mês pra manter as coisas mais organizadas e fofinhas, mas confesso que já estava bem adaptada ao meu método de organização com um caderno de linhas quadriculadas. Vamos ver se rola.

    O junk journal de fato é um diário adolescente gourmetizado kkkkkkkkkkkk adorei essa definição. Também mantenho um diário só para ter livre arbítrio de criação mesmo. Lá escrevo, desenho, faço colagens, etc. Não fica tão bonito como esses do pinterest, mas acho que o que importa é funcionar pra nós.

    <3 Adoro seu blog!
    Beijo!

    https://pinkismycollor.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  3. Nossa que legal esse texto! Eu estou na minha 3ª tentativa de bullet journal. Mas com lápis e letras, só. Só que não adianta, isso do calendário é super verdade, a gente precisa marcar coisas para daqui 583475954 dias. E outra, por mais que não haja tempo, dá vontade sim de deixar o caderno com nossa cara. Esse junk journal eu descobri que já faço com minha caderneta de ir a museus. Guardo ingressos e outras coisas, desenho lugares da cidade... Vou tentar o junk journal! Tentei te seguir no pinterest, mas descobri que já seguia :) então vou me inspirar nessas belezuras agora.

    Beijo!

    Helen
    uvm

    ResponderExcluir
  4. Esse problema do bullet journal eu contornei criando uma página com os meses do ano.. Ai se eu estava em Janeiro e precisava marcar algo em Abril, era só eu ir nessa página com todos os meses e marcar. Quando ia fazer o mês de abril eu voltava lá e via o que já estava anotado.

    Acho os junk journals bem bonitos, mas nunca consigo fazer.. Acho que a estética nunca está bonita o suficiente e acabo não escrevendo enquanto não gosto 100%, ou seja, não escrevo. Mas sempre quis fazer um diário assim. Quem sabe não começo! <3

    ResponderExcluir
  5. Eu meio que transformei meu bullet journal em um junk bujo huahuahu assim me mantenho criativa e com vontade de pegar no caderno para escrever minhas anotações!
    Um caderno todo arrumadinho é um inferno pra mim

    Com amor, ♥ Bruna Morgan

    ResponderExcluir
  6. Tinha visto aquele vídeo do Vitor e super me empolguei em fazer um, mas sem o fazer em si porquê não tenho habilidades de fazer um caderno do zero. Adoro essa ideia de colagem, relatos, anotações jogadas, bagunça, diário, mas na maioria das vezes esqueço ou da preguiça. No meu projeto de bujo do ano passado, tentei colar e fazer coisas diferentes mas não ficou tão legal. Esse ano vou fazer algo mais pessoal, esse post me inspirou bastante. Agora entendi melhor o conceito do junk journal :)

    ResponderExcluir
  7. Eu acho lindo ver imagens de bullet, mas não tenho habilidade ou criatividade para ter um.
    Esse ano eu comprei um planner e estou enfeitando ele com desenhos, imagens e canetas coloridas. É o máximo que consigo fazer hahahaha
    Gostei dessa ideia de junk journal me lembrando como amava escrever na minha "agenda", guardar papeis e ingressos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Ah... esqueci de comentar que amei os links desse post! Serão ótimas inspirações para meu planner.

    ResponderExcluir
  9. O meu é uma mistura de bullet com junk porque é assim, todo irregular, porém amo muito e já acostumei tanto! Amei seu posts e os links que deixou, deu mais vontade de bagunçar todo o meu <3

    ResponderExcluir
  10. Vish, gostei, acho que faz mais meu estilo. Não gosto do bujo porque me deixa pressionada a fazer as coisas, gosto de escrever quando lembro do que quero lembrar hahahah e fazer uma bagunças toscas, porque eu desenho muito meia boca.
    Tenho usado um planner, até agora tá legal, mas é cheio de coisa inútil.
    Bom, verei esses links, de repente me animo de verdade, o que certamente vai acontecer.
    Já tô pensando no caderno, não vou mentir.

    xero
    http://rascunhosehistorias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Que ideia linda! <3
    Eu também já tive minha dose de frustração com o Bullet Journal e no ano passado quando tentei me aventurar nesse universo, não durei nem uma semana. Foi péssimo! Esse ano resolvi tentar de novo, mas do meu jeito: sem firulas, letterings impossíveis de manter e etc... Já estamos quase no fim do mês e ele vai bem por aqui! Tem me ajudado muito e estou me sentindo 100% mais produtiva rsrs..
    Amei a ideia do Junk Journal... vou viajar daqui alguns dias e quem sabe não faço um Travel Junk Journal?

    ResponderExcluir
  12. eu não sei o que é mais bonito: isso ou teu layout!!!!! <3

    ResponderExcluir
  13. A ideia é ótima ~ mas, assim como com os diários adolescentes, eu não duraria um mês. Acho maravilhoso para quem tem essa veia artística da colagem, mas exige um nível de comprometimento que não rola pra mim. Mas acho liiiindo. Olha só que sonho esse Travel Journal (um pouco nos moldes de um Junk Journal): http://naomemandeflores.com/inspiracao-travel-journal/ :)

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  14. "diário gourmetizado" HAHAHAHAHAHA eu ri alto aqui, dsclp
    tive o mesmo problema que você com o bullet, eu tinha tempo mas não tinha nem criatividade nem paciência pra fazer tudo a mão e ficava frustrada quando fazia de qualquer jeito e ficava uma bosta.

    esse ano comprei uma agenda tipo planner e tô me dando bem, afinal tá tudo ali e eu só preciso preencher e decorar, aí já tô fazendo colagens de revistas e coisas avulsas, e, na real tá uma bagunça mas uma bagunça bonita e que eu gosto.

    achei MUITO legal esse junk journal, eu costumava colar tudo assim quando tinha as agendas de menininha adolescente, não sei se teria essa paciência nessa idade, hahaha

    ResponderExcluir
  15. Eu sempre achei lindo esse tipo de diário mas n sabia o nome. Vai refinar muito minhas pesquisas

    ResponderExcluir
  16. Amei saber sobre isso, é uma ideia bastante legal de fazermos um "diário" ♡
    https://noitecer.blogspot.com/

    ResponderExcluir

recentes antigos Página inicial